O BIM (Building Information Modeling) já é fundamental na construção civil. Mesmo que algumas empresas ainda não tenham aderido, ele, cada vez mais, ocupa um espaço imprescindível na otimização e planejamento de obras. E por falar nisso, é importante dizer que a ferramenta por si só não faz nada sozinha. É necessário ter profissionais capacitados para manusear os softwares. Desses, o principal, e tema no nosso artigo, é o BIM Manager.

Este é o especialista na gestão dos projetos com a ferramenta BIM. Você pode até pensar que um engenheiro comum é suficiente para esse trabalho, mas são inúmeras as vantagens de investir em alguém especializado. Afinal, para cuidar de um problema de coração, é melhor consultar um cardiologista ou um clínico geral? Pois é. A mesma lógica ocorre com a sua companhia.

Conhecer as atividades desempenhadas pelo BIM Manager vai ajudar a compreender o porquê da sua atuação. E o resultado disso é um investimento na qualidade das suas entregas! Neste conteúdo, vamos apresentar mais sobre o tema e tirar algumas dúvidas. Veja uma prévia abaixo.

  • Qual a função do BIM Manager?
  • Quais as habilidades de um BIM Manager?
  • Será que vale a pena contratar esse profissional?

Qual é a função do BIM Manager?

Antes de tudo, vamos lembrar um pouco do que é o BIM. Ele é um programa utilizado para criação de modelos virtuais a partir dos dados técnicos de um empreendimento. Para tanto, ele apresenta 9 dimensões de construção, em que cada uma foca em uma etapa da obra. Ou seja, cobre desde planejamento, desenho e orçamento até redução de desperdícios, custos e garantia de segurança.

Dessa forma, é perceptível o grande volume de tarefas cumpridas. E mesmo que a tecnologia garanta uma boa comunicação e alinhamento entre toda a equipe, existe uma pessoa que faz o gerenciamento de todo esse processo. Estamos falando do BIM Manager ― ou, administrador BIM.

Sua função é cuidar para que o projeto do BIM Mandate, dos templates, das famílias, dos documentos, template de documentos, EAPs, cronogramas sigam o planejamento. Também, é ele quem mantém esses padrões atualizados com melhorias contínuas.

Mesmo sendo atuante principalmente nas etapas iniciais, onde há o planejamento, ele tem que estar incluído em todas as fases. Isso porque a figura geral tem que condizer com a ideia inicial. Assim, ele define o cronograma e acompanha a execução. Outra questão relevante, no qual ele tem pleno envolvimento, é o orçamento. Definido anteriormente ao início da edificação, ele possui a responsabilidade de ordenar os custos. Pensando nisso, quanto mais informações estiverem no modelo digital, mais fiel será a segmentação.

O BIM Manager também cuida da comunicação entre todas as partes da obra. Ele orienta a equipe técnica e o gerente de projetos em como utilizar o BIM e compartilhar os dados. Por isso e pelos outros motivos, ele é peça-chave na obra. Continue a leitura e conheça as competências que esse colaborador deve ter.

Quais as habilidades de um BIM Manager?

Para colocar em prática tudo que citamos no tópico anterior, o BIM Manager tem que cumprir alguns pré-requisitos. Por exemplo:

  • conhecimento dos softwares de modelagem: esse é o mais crucial. Sem essa competência não há como realizar o trabalho;
  • visão estratégica e capacidade de integração: para fazer uma boa estruturação e alocação de recursos;
  • atenção aos detalhes: para gestão de toda uma obra, essa característica é fundamental;
  • conhecimento técnico: prática + teoria + técnica = especialista;
  • vivência em edificações: a experiência na área é um divisor de águas;
  • comunicação: para agregar todas as etapas e equipe.

Tais competências formam um BIM Manager com capacidade analítica e visão estratégica. E, para garantir uma boa contratação para atuar no seu negócio, sempre consulte nossa lista acima.

Será que vale a pena contratar esse profissional?

Existem dois cenários para essa pergunta. Se você já utiliza o BIM, a resposta é sim! O exemplo que mencionamos na introdução já dá uma noção da relevância do BIM Manager. Além disso, tudo que mostramos no artigo aponta, sem dúvidas, o papel que ele possui. O desenho vai se tornar uma obra, que, por consequência, será uma entrega de excelência para seu cliente.

Agora, se ainda não utiliza a tecnologia, esse é o primeiro passo! Ela já é praticamente pré-requisito quando o assunto é qualidade. E, se estiver pensando em participar de licitação de obras públicas, ela é obrigatória. Uma boa forma é contratar o pacote AEC Collection da Autodesk, que possui diversos softwares para a área. Para garantir que tudo será feito da melhor forma, pense em quais riscos podem sabotar a implementação do BIM e se prepare!

Por fim, lembre-se deste conteúdo quando for contratar o BIM Manager. Assim, você poupará tempo e recursos. Também, continue acompanhando nosso blog para mais dicas. Até a próxima!

Deixe seu comentário