Duas soluções da Autodesk que visam a facilitar as rotinas de trabalho dos profissionais de AEC são o AutoCAD e o Autodesk Revit. A principal diferença entre eles é que o primeiro trata-se de um software mais geral com o objetivo de trabalhar apenas com elementos gráficos precisos em duas ou em três dimensões. Já o segundo, é uma plataforma BIM (Building Information Model), que conta com ferramentas para a criação de modelos inteligentes de construções em 3D.

A mudança para a Modelagem de Informação da Construção (BIM) é inevitável, tanto que está sendo implementada aos poucos nas empresas por meio do Decreto BIM. Por isso, listamos neste artigo, 5 motivos para você migrar para o Revit o quanto antes. Continue a leitura e saiba mais!

Autodesk Revit: confira o que é essa ferramenta

Desenvolvido para ajudar os profissionais da construção civil, o Autodesk Revit é um software BIM. Ele facilita a elaboração de projetos de engenharia, arquitetura, urbanismo e design, trazendo mais precisão e agilidade para os profissionais responsáveis pelo modelo.

Pertence a uma geração de soluções automatizadas para a elaboração de desenhos, plantas, cortes e maquetes de forma integrada. Dessa forma, pode-se executar melhor cada etapa, combinando serviços e visualizando antecipadamente problemas estruturais, elétricos, entre outros. Destacou-se bastante pela precisão de informações e riqueza de detalhes que possibilita aos projetos. Por isso, é muito indicado para a modelagem 3D.

5 motivos para migrar do Autocad para o Revit

Além dos benefícios já citados, o Autodesk Revit permite outras vantagens. Principalmente, se comparados a outras soluções como o Autocad. Por isso, na sequência, listamos 5 motivos para você fazer a migração de software. Confira!

1. Rapidez e Precisão

O software Autodesk Revit permite que a elaboração de projetos seja feita de forma muito mais rápida, principalmente se comparado ao AutoCAD e a metodologia tradicional. Esse diferencial o torna um dos preferidos no mercado.

Além disso, ele dá mais precisão e realidade aos desenhos. Isso porque utiliza modelos paramétricos 3D, que são desenvolvidos usando o Revit BIM 3D. O outro software citado, apresenta os projetos em polígonos formados por linhas.

2. Tudo em um só lugar

No Autodesk Revit você encontra tudo em um só lugar, não precisando fazer uso de nenhum elemento separado. Isso acontece por meio de um modelo digital único, contendo todas as informações indispensáveis. Assim, os usuários e responsáveis pelo projeto podem trabalhar no mesmo arquivo, fazendo as alterações quando necessário.

Além disso, não há distinção entre os modelos 2D e 3D. Assim, como esses são sincronizados, se realizada alguma mudança ou alteração em qualquer um deles, ela será replicada em todos os desenhos relacionados automaticamente. Isso poupa tempo e trabalho da equipe.

3. Extração de quantitativos e custos

É muito importante ter um controle dos gastos de um projeto. E isso é possível com o Autodesk Revit, por meio do seu relatório prévio de custos. Esse documento contém as tabelas e valores que serão investidos nas diferentes etapas do projeto. Assim, todos os envolvidos podem ter acesso a essa planilha e saber se o orçamento está sendo mantido.

4. Controle geral da edificação

No Autodesk Revit é possível controlar toda a edificação e ter ciência de onde está cada coisa, como os equipamentos, caso eles mudem de local. Também, permite que um colaborador de um departamento saiba como andam as etapas realizadas por outros setores.

Outro diferencial é que com esse software pode-se fazer todo o acompanhamento depois do término da obra. E isso inclui alterações para prever o resultado de reformas e, até mesmo, em casos de demolição.

5. Fácil de identificar problemas

Por ser um software BIM, o sistema é todo integrado, como mencionamos. Isso permite que sejam identificadas possíveis incompatibilidades existentes no projeto. Assim, esses podem ser resolvidos antes mesmo do início da obra, poupando tempo, dinheiro e trabalho.

Esses são apenas alguns dos motivos para você fazer a migração para o Autodesk Revit. Ele ainda permite:

  • utilização de objetos paramétricos, como paredes, portas, janelas, escadas, forros, pilares etc.
  • geração automática de quantitativos, com base na modelagem;
  • ambiente de trabalho mais produtivo e eficaz;
  • análise energética, estrutural, entre outras;
  • estudos solares e de fluxo de ar.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre o Autodesk Revit? Aproveite e saiba mais sobre outra solução da Autodesk, lendo: Autodesk Construction Cloud: conheça a solução que conecta seus fluxos de trabalho.

Deixe seu comentário